sábado, 3 de janeiro de 2009

Lista de tarefas para o ano que começa - parte 2

4 - Entrar em forma.
Um clássico das resoluções de Ano Novo, juntamente com "parar de fumar" e "parar de beber".

Estou parecido com um tio meu que certa vez deixou cair uma nota de 50 Reais no chão do Jockey Club e disse para um cara que passava por ali: - "Pega lá pra mim que 25 é teu."
Não tenho dúvida de que a exaustão física vai ser um dos componentes desta viagem.
Portanto, hay que emagrecer...


5 - Aprender a falar francês.

Falo bem inglês e espanhol. Meu francês é ridículo. Tive aulas no ginásio com uma provecta (já naquela época...) professora chamada Jaqueline. Jacqueline era francesa legítima. Também era surda, o que causou terríveis danos ao meu aprendizado da língua de Flaubert. O método da Sra. Jacqueline consistia em inúmeros testes orais que compunham grande parte da nota final. O colégio inteiro sabia que bastava falar bem baixinho para passar direto em francês.

Ter um domínio pelo menos razoável da língua francesa é quase fundamental em muitos países africanos e em boa parte do mundo árabe e da Indochina. Também convém falar francês na França.


6 - Fazer um curso de mergulho.

A água está presente em 71% da superfície do planeta Terra. Lugares que fazem parte da minha rota como as Ilhas Galápagos, no Equador e Zanzibar, na Tanzania têm grandes atrativos também debaixo d'água.
Pode parecer fácil para você, estimado leitor, mas não para um claustrofóbico paranóico como eu. Há aproximadamente dez anos atrás, meu coração parou por pouco mais de um minuto. O que fez o músculo cessar sua contração involuntária foi a falta de ar causada por dois erros sucessivos de um anestesista, durante uma banalíssima intervenção cirúrgica. Foi um daqueles casos onde certas pessoas vêem o túnel de luz, anjos tocando harpa, o inferno ou o paraíso. Eu não vi porra nenhuma. Acordei de um coma induzido dois dias depois aparentemente sem seqüelas cerebrais. Infelizmente adquiri alguns novos distúrbios psicológicos, entre eles um pânico absoluto de asfixia. Daí em diante comecei a achar que mergulhar poderia fazer o que milhares de sessões de análise não conseguiram.
Se eu amarelar e não fizer o curso de mergulho, ok. Vou tomar um drinque na beira do cais, comendo os peixes ao invés de vê-los.



9 comentários:

  1. Se você quisesse animar gente para o seu site, você tem que dar uma meta. Quantos quilos você vai perder, neh? Até quando, então? Tenho que perder alguns kilinhos também. Pode ser um gurú para os gordos viagantes. Topa? Jeb

    ResponderExcluir
  2. Se eu perder uma @(arroba) tá bom...

    Ser guru de gordos é uma boa idéia. Tem muita gente que ficou milionária fazendo isso.

    ResponderExcluir
  3. My dear corpulent, but active, multi-media artist. It has been so long since I have seen your name in the fields of the blogsphere. To see your name again in cyberspace has filled my heart with happiness, joy and great respect. I see you plan a journey through the many countries of your shared planet. I hope that you will accept my humble request, and that of my 15 brothers and 4 wives to visit me in my humble (but very large) residence in Mumbai. You have nothing to worry about from the terrorists. We killed them all aready and by your name, you probably won't be singled out for retribution from angry insurgents from the other side of the communal border. I salute you with great hartyness and hope to attract you to my home with bountous quantities of food and lovely women. Your respectful and devoted friend, Jabu Amertinantus

    ResponderExcluir
  4. Samir,
    achei o site muito interesante, e uma otima ideia fazer uma volta ao mundo. Aposto que se dara muito bem nessa viajem

    Theresa

    ResponderExcluir
  5. Dhanyawaad, Mr. Jabu.
    Please tell me, are Mr. Jabu's four wives all Jaburus?

    ResponderExcluir
  6. samir querido, acabei de deicar 5% pra vc no braseiro. Aliás, viagem com g, sorry, escrevo compulsivamente e nem sempre corrigo meu texo. mas I love You. Clélia

    ResponderExcluir
  7. Meu diafragma se contorce só de pensar nos seus testes orais com a surda, hahahahahahaha. Bora correr!

    ResponderExcluir